O Recrutamento e Seleção é o serviço responsável pela atração e alocação de candidatos para as organizações, de acordo com as características técnicas e comportamentais exigidas para as oportunidades profissionais oferecidas. A execução correta de um processo seletivo garante que as pessoas certas estejam nas funções correspondentes a suas competências, alinhando motivação pessoal com motivação no trabalho.

 

Executar um processo seletivo costuma ser uma tarefa que qualquer pessoa considera simples e capaz de executar, afinal basta encontrar uma pessoa que queira trabalhar não é mesmo? Esta tarefa não é nada simples e sua execução mal feita pode gerar custos e dores de cabeça futuras para organização.

Portanto, mais do que executar o recrutamento, é necessário planejar esse processo  de modo que atenda aos objetivos da organização. Tanto quanto a etapas do processo como os profissionais corretos envolvidos e quanto ao acompanhamento dos candidatos. Tendo disponível os colaboradores capacitados para executar este processo de RH, basta que seja feito um estudo da missão, visão e valores da empresa somado ao mapeamento das competências para o cargo oferecido. Proporcionando uma maior objetividade para o recrutamento.

Cada processo seletivo é feito de acordo com os objetivos para o cargo e pode variar muito de empresa para empresa, mas as etapas mais comuns vistas no mercado de trabalho são: Planejamento e estudo da empresa e da vaga, divulgação da vaga, triagem de currículos, aplicação de dinâmicas de grupo, entrevista comportamental e finalmente, acompanhamento dos candidatos selecionados. Estas etapas podem variar em ordem ou ter outras menores entre elas, dependendo do planejamento.

 

1-Planejamento e estudo da empresa  e da vaga

O primeiro passo que uma organização precisa ter é o de entender a necessidade do cargo e importância de fazer esse processo. A equipe responsável precisará ter visão holística da empresa para saber encaixar uma pessoa com outra cultura nesse meio, a tornando parte do todo. Nesse momento, um desenho do processo precisa ser feito e seguido conforme o cronograma especificado. Sabendo isso, se a vaga é antiga basta estudar os insumos do que foi feito no último processo seletivo, entretanto sendo uma nova ou com certa falta de gestão de conhecimento, sobre ela é importante que se estruture os pontos mais importantes para a vaga, como as competências necessárias, funções atribuídas, salário, benefícios, oportunidades de crescimento de forma a ter uma lista para a divulgação da vaga e referência para avaliação dos candidatos.

2- Divulgação da vaga

Tendo o perfil do candidato mapeado, é a hora de procurar as pessoas correspondentes. Com o auxílio de uma equipe de Marketing, o perfil da vaga é colocado em sites de empregos de acordo com o público esperado para a empresa. Este perfil precisa ter informações sobre a empresa e benefícios além das competências para o cargo. É importante que um canal de dúvidas e envio de currículos seja posto nesta divulgação

3- Triagem de currículos

Com um número adequado de currículos, a equipe responsável precisará triá-los de acordo com o perfil estabelecido na primeira etapa. É importante que se observe o tempo de experiência, área de formação de modo a sempre levar candidatos que estejam no perfil desejado para a vaga.

4- Aplicação de dinâmicas

É feita nesse momento a chamada para participação de dinâmicas, onde a equipe vai criar situações e avaliar os candidatos na resolução delas e em aspectos comportamentais. Nesse momento, é imprescindível que os avaliadores sejam imparciais e registrem as situações que ocorreram sem influência de interpretação própria.

5- Entrevista comportamental

Os candidatos melhor pontuados na dinâmica são convidados para uma entrevista onde os conheceremos individualmente. Nessa oportunidade, o entrevistador precisa colher o máximo de informações sobre o candidato, avaliar suas competências nas situações passadas e determinar se ele está alinhado ou não com a empresa.

6- Acompanhamento dos candidatos aprovados

Após a decisão da equipe para o melhor candidato para o cargo, ele é levado para começar a exercer sua função na empresa. Entretanto, é agora que a equipe de recursos humanos vai entender se seu recrutamento e seleção foi bem executado. O candidato precisará ser analisado constantemente para ver se as competências previamente apresentadas se mostraram suficientes para a execução de suas funções no ambiente de trabalho.

Ainda podem ocorrer outras etapas dentro dessas, como a Abordagem ou aplicação de provas técnicas, entre outros. O processo de recrutamento pode ser feito tanto por um setor de RH quanto por uma consultoria contratada para isso. As vantagens de optar pela ajuda de uma organização terceirizada incluem melhor aproveitamento do tempo da empresa, que não precisa voltar seus esforços para o recrutamento externo; garantia de objetividade no processo, pois a consultoria não tem relação com os candidatos ou colaboradores da empresa, portanto não será influenciada por relações interpessoais e terá o foco de proporcionar o melhor resultado para a contratada.

Recrutamento e seleção se tornou mais fácil?  Diga para nós nos comentários.

 

– Equipe de Marketing